Os quatro maiores preditores de divórcio

Em post anterior comentei sobre os componentes fundamentais para tornar um casamento/relação feliz  O que faz um casamento ser bem sucedido?

Nesse post, quero falar sobre os quatro indicadores que sinalizam para uma situação de divórcio de um casal – segundo o Psicólogo americano John Gottman. Ele nomeou como “os quatro cavaleiros do apocalipse”. São eles:

palavores-que-ofendem

Crítica – Está relacionado à críticas que atacam a pessoa e não o seu comportamento. Por exemplo: ele não guardou o sapato dele porque se esqueceu, mas sim porque é uma pessoa ruim, desleixada (na vida como um todo) ou que gosta de humilhar você e as demais pessoas.

O que acontece é que a relação vai ficando desgastada, pois o(a) parceiro(a) sente como se não pudesse errar, sente-se julgado e desacreditado.

5612655-iuu


Desprezo – Xingamentos, olhos-revirados, zombaria e/ou tentar diminuir o outro. Aqui a mensagem transmitida, de forma verbal e/ou corporal, é de menos valia, desrespeito ou pouco-caso. A mensagem recebida pelo(a) parceiro(a) é que você está insatisfeito com ele(a) como um todo, não apenas em situações específicas.

Quanto mais específica conseguir ser em relação àquilo que te incomoda na relação, mais fácil será para pensarem em estratégias para melhorar a situação ou problema.

depositphotos_35878357-stock-photo-man-and-woman-arm-wrestling


Atitude defensiva – Aqui a pessoa está sempre em “alerta” aguardando uma forma de rebater ou “ganhar” a argumentação nos momentos de discussão. Na verdade, não está aberta para ouvir, assimilar, avaliar e, se for o caso, mudar de opinião. Se os dois da relação se posicionam de forma defensiva a relação vira um “inferno”.

O que acontece aqui, é que a pessoa não se implica na situação e acaba sempre colocando a responsabilidade pelo problema na mão somente do outro.

Foque na melhor forma de resolver o problema! Para isso será necessário diálogo e bom senso. Lembre-se também que entrar em uma “queda de braço” para tentar convencer o outro de que está certa, dificilmente produz resultados eficientes à longo prazo.

5-motivos-para-o-parceiro-estar-distante37-thumb-570

Indiferença – Afastar-se do (a) companheiro (a), ficar frio (a) e distante. Isso não apenas impede qualquer possibilidade de resolução de um problema, como acaba afastando o outro da relação (criando uma espécie de barreira invisível de distância) e assim, fazendo que, com o tempo, a distância emocional crie uma desconexão amorosa entre o casal.

O que acontece é que em muitos casos a distância emocional se torna tão grande, que retomar a relação acaba perdendo o sentido. É possível até que vivam sob o mesmo teto, porém, totalmente desconectadas e indiferentes emocionalmente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s