O que faz um casamento ser bem sucedido?

John Gottman é professor de Psicologia na Universidade de Seattle, em Washington, premiado pesquisador na área de relacionamentos, autor de vários livros sobre o tema e co-diretor do Marital and Family Institute de Seattle, juntamente com sua esposa, Dra. Julie Schwartz Gottman.
Gottman e colaboradores desenvolveram um modelo empiricamente validado sobre o que faz uma relação ser bem sucedida: a Teoria da Construção de um Casamento Saudável de Gottman.
Segundo os autores, casamentos satisfeitos e estáveis ou emocionalmente inteligentes conseguem que os COMPORTAMENTOS, PENSAMENTOS E SENTIMENTOS positivos prevaleçam sobre os negativos. Para ele possuem as seguintes características:

casal-apaixonado-amor-0517-1400x800
1) Afeto Positivo- esse fator é responsável tanto pela satisfação, como pela estabilidade conjugal;

depositphotos_48101473-stock-video-couple-chatting-in-cafe
2) Conformidade entre os cônjuges da forma como lidam com os conflitos- são casais que conseguem encontrar uma forma mais funcional e harmoniosa de lidar com os conflitos;

masculino ou feminino3) Reconhecimento de que os conflitos são inevitáveis e de que existem problemas que nunca se resolvem- segundo os autores 69% são problemas permanentes – relacionados com diferenças fundamentais relativas à personalidade ou a necessidades básicas – e apenas 31% das discussões correspondem a questões resolúveis.
No entanto, os casais felizes não ficam presos nas suas diferenças, procurando encontrar compromissos que satisfaçam ambas as partes através de formas de resolução de conflito funcionais e afetuosas:
a) iniciam as discussões de forma suave e positiva;
b) estão abertos para opinião e ponto de vista do outro, deixando-se influenciar;
c) são bem sucedidos nas tentativas de reparação;
d) conseguem estabelecer um processo de diminuição da negatividade;
e) evitam usar os quatro cavaleiros do apocalipse (crítica global, atitude defensiva, menosprezo e fuga). Sobre este último item, falarei mais detalhadamente no próximo post Os quatro maiores preditores de divórcio. Até lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s